Blog

7 Dicas Sensacionais de Internal Link Building

7 Dicas Sensacionais de Internal Link Building

Quase todos os artigos sobre internal link building (link building interno ou linkagem interna) começam com uma discussão sobre o quão complicado e o quanto isso é importante.

Por um lado,  o internal link building é um conceito tão simples, e falando sério, todos deveriam estar fazendo isso.

Por outro lado, a teoria, o processo e as melhores práticas de linkagem interna se tornaram extraordinariamente complexas.

É avançado e ao mesmo tempo simples.

Mas, independentemente de quanto complexo ou básico você pense, uma coisa ninguém discute: internal link building é importante.

A estratégia de internal link building é uma técnica de SEO poderosa, especialmente para o marketing de conteúdo.

Neste artigo, optei por focar em internal link building para o marketing de conteúdo, porque é uma das maneiras mais diretas e simples de experimentar o aumento do seu SEO.

Além disso, o internal link building entre artigos do blog e outros conteúdos é algo que você pode fazer de forma contínua e inteligente.

Quero fornecer um nível de conhecimento de SEO que beneficiará quem é experiente em SEO, e que também fornecerá ferramentas muito úteis para ajudar os novatos no SEO.

Um resumo sobre o Internal Link Building

Qualquer que seja a sua habilidade em SEO, esse texto ajudará a refrescar algumas noções básicas de linkagem interna.

A definição de Internal Link Building

Um link interno conecta uma página de um site a uma página diferente no mesmo site. Em um link interno, o domínio de origem e o domínio de destino são os mesmos.

O objetivo do Internal Link Building

A linkagem interna tem três finalidades principais:

  1. Ajuda na navegação do site;
  2. Define a arquitetura e a hierarquia de um site;
  3. Distribui autoridade de página e poder de classificação em todo o site.

Gastaremos nosso tempo discutindo esse terceiro ponto, como a linkagem interna pode disseminar autoridade e classificação em várias páginas de um website.

A teoria por trás da linkagem interna

A maioria das “informações verdadeiras” e “estratégias poderosas” sobre linkagem interna são um pouco mais do que, digamos,  um prognóstico sofisticado.

Ainda assim, há algum mérito em teorizar sobre como o Google classifica e valoriza a rede interna de links.

A teoria básica é a seguinte: a linkagem interna fortalece o valor geral otimizado para pesquisa de um site.

A linkagem interna faz isso fornecendo caminhos claros para os robôs de indexação, sessões prolongadas com os usuários e uma rede de páginas e postagens unidas.

Então como você pode fazer isso? Aqui estão minhas Sete Dicas.

Sete dicas de Internal Link Building para o SEO de alto nível:

1. Crie muito conteúdo.

Para criar muitos links internos, você precisa ter muitas páginas internas.

O primeiro passo para uma estratégia de linkagem interna matadora é ter uma estratégia de marketing de conteúdo matadora.

Você não pode ter um sem o outro. Vai por mim.

Quando você cria muito conteúdo (útil, claro), você tem muito conteúdo vinculável.

Quanto mais links para mais lugares, melhor será sua estratégia de links internos.

Algumas estratégias de links internos propõem camadas extremamente complexas de páginas, silos de conteúdo e uma fórmula matematicamente equilibrada para o número de links para níveis de páginas. Caramba, cansa só de pensar !

Eu digo que isso não importa realmente.

A linkagem interna não exige planilhas organizacionais e gráficos derivativos trigonométricos.

Uma estratégia de linkagem interna com muitos conteúdos se parece menos com um organograma e mais como isso: Não há “ciclos”. Não há “silos”. Não há “camadas”. Não há diagramas de fluxo estruturados. Há muitos links felizes para lugares úteis.

Simples assim !

2. Use texto âncora.

De acordo com o tema de conteúdo da linkagem interna, seus links internos devem usar textos âncora, ao contrário de imagens vinculadas.

Os links de imagem são bons, desde que as imagens não sejam a principal fonte de links, e supondo que a imagem esteja corretamente marcada com a tag ALT certa.

O uso adequado do texto âncora, é claro, abre uma nova leva de dúvidas.

Obviamente, você não quer âncoras otimizadas (para parecerem naturais, e não programadas).

Assim, basta usar fragmentos de frases naturais e não otimizados como texto âncora e você se sairá bem.

Não há truques master blaster power hacks. Não pense nisso. Apenas destaque, vincule e conclua.

Simples assim !

3. Links profundos

Quanto mais aprofundados forem seus links, melhor.

Existem dois tipos de links que você deve evitar usar em seu conteúdo:

  • Pagina inicial. A maioria dos sites tem muitos links para a página inicial. Você preferiria fortalecer as páginas internas para impulsionar o SEO geral do seu site, em vez de simplesmente apontar mais links na página inicial. Óbvio né ?
  • Contate-Nos ou Fale Conosco. Este é um erro comum de muitos que estão começando no marketing de conteúdo. Como parte de sua chamada de ação obrigatória no final de um post, eles podem escrever algo como: “Ligue para nós para saber mais sobre nossos excelentes serviços”. Depois, eles se conectam à página “fale conosco” usando a âncora “Ligue para nós.” Não crie um link para a página de contato, a menos que seja absolutamente necessário.

Em geral, você deseja evitar links para as páginas de nível superior em um site – páginas nas quais o menu de navegação principal já possui links.

Os melhores links (e os links mais naturais em uma estratégia de marketing de conteúdo), estão dentro da estrutura de um site.

4. Use links que sejam naturais para o leitor.

A linkagem interna requer uma abordagem focada no usuário para agregar valor e informações.

O valor do link que é distribuído pelo site é secundário a esse ponto-chave: Fornecer valor ao leitor.

Um dos principais benefícios da linkagem interna é o aprimoramento do engajamento do usuário em seu site.

Quando um usuário vê um link informativo que realmente corresponde ao contexto do conteúdo, é provável que ele clique nesse link.

Pode ser um link externo, desde que seja algo em que o leitor esteja interessado (Não esqueça de fazer o link abrir em uma nova aba, assim não fecha a aba do seu site)

Se esse link for interno, o visitante do site ficará mais tempo e se envolverá mais com a experiência do website. Tcharam !

Ao vincular seu conteúdo com a palavra âncora correta, você informa ao mecanismo que o destino do seu link é tão relevante e importante que você deseja que o visitante simplesmente clique em um link e vá direto para ele.

Basicamente, o que você está vinculando é potencialmente tão relevante que o visitante pode querer parar o que está lendo e ir para a próxima página.

Os links de conteúdo são um forte sinal para o mecanismo de pesquisa e para o usuário de que o conteúdo ao qual você está vinculando é muito bom.

Os leitores querem isso.

Assim, a ligação interna está ajudando o leitor.

E além de tudo, você também está ajudando seu SEO.

Ponto para seu site !

5. Use links relevantes.

A linkagem interna, como deixei claro, é menos rigorosa e científica do que alguns podem pensar.

Mas você ainda tem que ser intencional.

Não pense apenas em vincular.

Em vez disso, vincule ao conteúdo relevante para o contexto de origem.

Em outras palavras, digamos que eu tenha uma página no meu site sobre comida de cachorro.

E eu tenho uma página no meu site sobre os hábitos de nidificação (criação de ninhos) dos periquitos. (Eu não tenho nenhum dos dois.)

Devo ligar as duas páginas?

Não existe uma forte ligação entre comida para cachorro e ninhos de periquitos, especialmente em um nível superficial.

Essas duas páginas provavelmente não fornecerão aprimoramento mútuo da linkagem interna.

Mas, se eu tiver uma página sobre comida de periquito, então posso fazer um ótimo link interno para o meu artigo de ninhos de periquitos.

É provável que as informações sobre “periquitos” estejam em ambas as páginas.

Devido a este conteúdo se sobrepor, o link é relevante.

Tanto quanto possível, link para conteúdo relevante em sua linkagem interna.

Bora lá ?

6. Use os links a seguir.

Links a seguir são a melhor maneira de construir a arquitetura de internal link building do seu marketing de conteúdo.

Uma estratégia de linkagem interna teórica do passado era nofollow paraa maioria dos links em uma página, a fim de aumentar o juice de link para uma única página.

Esse tipo de estrutura de pagerank não funciona mais como uma estratégia de SEO.

Em 2005, os motores de busca surgiram com o nofollow, conhecido pelo atributo rel = nofollow.

A ideia por trás do nofollow era que o link “não deveria influenciar a classificação do link alvo no índice do mecanismo de busca”.

Como a Wikipedia afirmou, tais links “reduziriam a eficácia de certos tipos de publicidade na Internet porque o algoritmo de busca deles depende muito do número de links para um site. ”

Apesar do tumulto e da confusão na sequência do link nofollow, a maioria das pessoas agora concorda que é uma boa ideia.

Como Danny Sullivan explicou, links nofollow podem ajudar sites a “evitar problemas com mecanismos de busca acreditando que estão vendendo influência ou estão de alguma forma envolvidos em esquemas considerados como práticas inaceitáveis ??de SEO”.

Apesar de seu valor, no entanto, o uso de links nofollow não é uma estratégia que você deve usar como parte de seus links internos de conteúdo.

O valor do link precisa fluir livremente para e de páginas internas, em vez de ficar parado por um nofollow.

Mantenha as coisas livres e fluidas. Simples né ?

7. Use um número razoável de links internos.

Você não precisa de muitos links em seu conteúdo interno.

As instruções do Google são simples: “Mantenha os links em uma determinada página em um número razoável”.

Pergunta: O que diabos é um número razoável?

Resposta: Ninguém sabe. Nem eu .. Huahuahuahua

Pessoas inteligentes tentaram responder à pergunta, mas nem mesmo Matt Cutts forneceu uma declaração definitiva. Ele escreveu: “Parece certo recomendar cerca de 100 links ou algo assim” e “em alguns casos, pode fazer sentido ter mais de cem links”.

Então, você deveria partir para 100 links?

Talvez, mas esse total de 100 links inclui todos os links em uma página – rodapés, cabeçalhos, barras de navegação, anúncios, tudo.

Ter 100 links não são tão difícil quanto parece, depois de calcular o número total de HREFs em uma página inteira.

Quando se trata de links internos, sugiro cerca de três para quatro, dependendo do tamanho do seu post.

Eu costumo escrever alguns artigos que excedam 1.500 palavras, e eu não tenho uma barra de navegação mostrando os links existentes.

Então, eu não me sentiria mal em apostar em cerca de dez ou vinte links internos se eu precisasse.

Não há número mágico.

Existe, no entanto, algo mais importante: o usuário.

Adicione quantos links forem úteis para o usuário.

No final. é sempre ele que importa.

Bônus : Não crie blocos massivos de links de rodapé de todo o site!

Esta foi uma prática muito comum em sites de viagens e imóveis há alguns anos.

Esses sites incluem os links internos mais valiosos de palavras-chave próximas ao rodapé.

Não era incomum ver mais de 50 desses tipos de links próximos ao rodapé.

O problema é quando você tem um site com milhares de páginas da Web; isso rapidamente se multiplica em dezenas de milhares de links “spamtásticos” que os mecanismos de busca penalizarão rapidamente o seu site.

Em 2013, muitos desses sites foram atingidos com uma penalidade algorítmica para tais práticas.

Então use o rodapé de maneira inteligente, não para SPAMMear a vida..rsrsrs

Conclusão:

Linkagem interna, quando realizada com estes sete mandamentos em mente, é uma coisa fácil.

Não é esmagador, ciência de foguetes, complicado ou difícil.

O melhor é que você experimentará um perfil de link mais forte e um SEO melhor por meio de links internos consistentes.

Vale a pena voltar e auditar seu conteúdo antigo para garantir que ele tenha links internos suficientes.

Última Dica :

Compartilhe esse posts se você gostou, siga nossas mídias sociais para receber mais conteúdo relevante e deixe abaixo seu comentário, sua pergunta e diga se lhe ajudaram essas 7 Dicas Sensacionais de Internal Link Building !

Ficou curioso ? Leia mais sobre SEO no nosso blog.

Se interessou sobre o assunto e procura uma Consultoria de Marketing Digital especializada em Micro, Pequenas e Médias Empresas para ajudá-lo ?

Entre em Contato Conosco que teremos prazer em ajudar sua empresa a ter mais vendas e lucros com o uso correto da Internet.

Fonte: https://blog.kissmetrics.com/commandments-of-internal-linking/

Deixe uma resposta