BlogGrowth Hacking

Marketing On-Line – 5 Dicas Essenciais Às Pequenas Empresas

Marketing On-Line - 5 Dicas Essenciais Às Pequenas Empresas
Marketing On-Line – 5 Dicas Essenciais Às Pequenas Empresas
5 (100%) 1 vote

O investimento em sites e marketing on-line por pequenas empresas tem aumentado rapidamente nos últimos cinco anos.

Os proprietários das pequenas empresas estão começando a perceber que, com o crescimento dos consumidores que procuram produtos em sites e motores de busca, o marketing on-line pode ser feito com baixo risco, baixo custo e retornos elevados.

O único objetivo de todos os esforços de marketing on-line é aumentar as vendas e, a fim de alcançar isso, o seu site precisa ter o tráfego para converter vendas ou capturar Leads (potenciais clientes).

Portanto, podemos dizer que que o foco inicial de seus esforços de marketing on-line deve ser a aquisição de tráfego qualificado, e quanto mais melhor.

Abaixo estão cinco pontos que demonstram por que o tráfego é tão importante para o seu negócio, as melhores formas de origem e, finalmente, como calcular um retorno sobre o investimento.

1. A base do marketing on-line é o tráfego de um site e sua conversão

A conversão do site mede a taxa em que os visitantes do site completam uma  determinada ação desejada, como por exemplo preencher um formulário ou comprar um produto.

No entanto, para ter um efeito real em sua meta, você precisa entender que o tráfego e as taxas de conversão andam de mãos dadas.

Você não pode converter nada sem tráfego, e sem conversão seu tráfego é inútil.

2. De onde vem o tráfego e qual é o melhor?

Aqui está uma demonstração dos quatro principais tipos de tráfego no marketing on-line:

A) Tráfego pago – Anúncios no Google, anúncios no Facebook, Remarketing

O tráfego pago oferece às empresas acesso a alguns dos mais privilegiados posicionamentos na internet, e é focado em ser altamente relevante para o seu público.

O tráfego pago inclui o Google Adwords, anúncios em mídias sociais e vários provedores de remarketing.

Como há um custo para cada visitante, deve haver uma ênfase forte do marketing on-line em gerar uma taxa de conversão eficaz, que entregue um bom retorno sobre o investimento.

E a grande sacada sobre o tráfego pago, é que você pode obter dados muito precisos para medir o seu sucesso.

Com em algumas campanhas pagas o custo por clique (CPC) pode ser bastante elevado, vale a pena calcular o ROI (retorno sobre o investimento) para avaliar se é uma opção viável para o seu negócio.

B) Resultados da pesquisa orgânica e SEO

O objetivo do SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de buca) é melhorar o posicionamento orgânico e ranking de sites na página de resultados do motor de busca.

Com qualquer campanha de SEO, há um investimento inicial de tempo e dinheiro para obter resultados.

Mas se feito de forma eficaz, o tráfego orgânico e SEO é na maioria das vezes, uma solução mais gratificante e eficaz a longo prazo.

Ao invés de competir diretamente com PPC (Pagar Por Clique), o SEO pode ser usado em conjunto com PPC, para ganhar uma presença em ambos os setores (orgânicos e pagos), e muitas vezes dobrando a eficácia da sua campanha de marketing on-line.

C) Referência (Marketing de Conteúdo)

Mesmo que o marketing de conteúdo seja muitas vezes usado para melhorar o SEO e o ranking orgânico, se feito de forma eficaz, este conteúdo pode ser uma fonte abundante de links e tráfego de referência.

Um blog é um ótimo lugar para começar o marketing de conteúdo, e de acordo com o Hubspot, as empresas que blog têm 55 por cento mais visitantes no site, e 97 por cento mais links de entrada.

Ao fornecer conteúdo de alto valor, você provavelmente será referenciado por outros, ou até mesmo terá a oportunidade de blogar como convidado, e com isso, construir um grande link building (links que referenciam a algum conteúdo no seu site), que quando bem feito, o Google ama e valoriza.

D) Mídias Sociais

Não confunda com propagandas pagas nos meios sociais.

Ter as mídias sociais como uma fonte do tráfego, depende de ter uma presença nessas mídias sociais que incentive uma comunidade a visitar seu site.

Ao contrário dos motores de busca, as mídias sociais permite que você crie relacionamentos dentro de uma rede segmentada de usuários, resultando em tráfego mais qualificado.

Uma das grandes sacadas sobre as mídias sociais, é que quanto mais o seu público recebe, mais o seu público cresce.

Por exemplo, se seus esforços de marketing on-line em mídias sociais no mês gerarem um aumento de 10% no seu público e seu público é de 1.000, isso seria um aumento de outros 100 espectadores

Porém, se o seu público for de 100.000, significa um aumento de 10.000 seguidores, ambos com o mesmo esforço.

3. Tráfego Qualificado Vs. Tráfego Aleatório

De acordo com a Incapsula, tráfego não qualificado representaram 56 por cento de todo o tráfego dos sites em 2014, e para sites menores, ele pode representar até 80 por cento de todo o tráfego do site.

Existem várias maneiras de aumentar quantitativamente o tráfego para o seu site, mas provavelmente você verá uma queda acentuada nas taxas de conversão e pouco efeito em seu faturamento.

Portanto, é vital que você atraia tráfego qualificado,  usando uma estratégia de marketing on-line que esteja alinhada com a intenção do seu consumidor.

4. Tráfego resulta em conversões

Apesar das empresas serem capazes de monitorar seu tráfego, muitas vezes não podem analisar isso em relação à sua taxa de conversão.

De acordo com um estudo recente da Infotrust, 34 por cento das empresas que coletam dados sobre o tráfego do seu site não sabem o que fazer com ele.

As estratégias bem sucedidas de marketing on-line são centradas em uma proposição simples – adquirir o tráfego qualificado, e então converter este em vendas.

Portanto, é importante que seja adquirido tráfego  converte, caso contrário seu retorno sobre o investimento será inexistente.

5. Saiba seu ponto de equilíbrio e calcular o seu ROI a partir daí.

O bom equilíbrio que a otimização de taxa de conversão e o tráfego têm sobre o sucesso de uma campanha de marketing on-line é irrefutável.

Depois de entender como a aquisição e conversão funcionam em seu site e como projetar seu efeito em seu ROI, você poderá avaliar os canais usados para adquirir tráfego de maneira muito mais eficaz.

A chave para gerar grandes quantidades de tráfego de qualidade que converte é focar na relevância, e diversificar os canais utilizados.

O marketing on-line multicanal é usado para descrever o aproveitamento de múltiplas fontes, em uma estratégia global para se complementar.

Concentrando-se em atrair tráfego qualificado inicialmente, você pode então partir para vários canais, a fim de atingir uma maior quantidade de clientes – criando para um aumento constante nas vendas a longo prazo.

Última Dica : 

Compartilhe esse posts se você gostou, siga nossas mídias sociais para receber mais conteúdo relevante e deixe abaixo seu comentário, sua pergunta e diga se lhe ajudaram essas 5 Dicas de Marketing On-Line Essenciais Às Pequenas Empresas !

Ficou curioso ? Leia mais sobre Growth Hacking no nosso blog.

Se interessou sobre o assunto e procura uma Agência e Consultoria de Marketing Digital especializada em Micro, Pequenas e Médias Empresas para ajudá-lo ?

Entre em Contato Conosco que teremos prazer em ajudar sua empresa a ter mais vendas e lucros com o uso correto da Internet.

Deixe uma resposta